CBN Goiânia
EQUILÍBRIOS DAS CONTAS | 24 de Abril de 2023
Universidades e institutos federais goianos receberão R$ 50,6 milhões para recomposição orçamentária
IMAGEM

As universidades e institutos federais do estado de Goiás receberão R$ 50,6 milhões que serão distribuídos entre a recomposição orçamentária, obras, bolsas e outras ações. Segundo o Governo Federal, 70% do valor serão destinados à recomposição direta das instituições, que passaram, nos últimos anos, por diversos cortes. Já os 30% serão usados em obras, residências médicas e em bolsas permanência.

O maior valor investido no Estado será utilizado na Universidade Federal de Goiás (UFG).  A Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023 já havia disponibilizado R$ 97,3 milhões para a instituição e, com o novo valor extra de R$ 27,9 milhões, o investimento subiu para R$ 125,2 milhões.

A reitora da instituição revelou que, com o montante recebido, a universidade vai conseguir quitar a dívida do ano passado, que está entre R$ 11 mi e R$ 12 milhões, e ainda sobrará dinheiro para investir na manutenção do local.

Outras instituições

A Universidade Federal de Jataí (UFJ) irá receber R$ 3,3 milhões. Somando o extra e o valor da LOA, o total investido é de R$ 21,9 milhões. A Universidade Federal de Catalão (UFCat) recebeu R$ 1,5 milhão (com a Lei Orçamentária Anual, o valor total é de R$ 16,8 milhões).

Ainda segundo informado pelo Governo Federal, o Instituto Federal de Goiás (IFG) receberá R$ 8,2 milhões de recomposição (Assistência Estudantil Mais Custeio). Já o IF Goiano terá R$ 9,5 milhões.

A formalização dos valores passará por ato oficial do Governo Federal. Porém, a prévia foi enviada às instituições. A CBN questionou o Ministério da Educação (Mec) sobre quando o valor será liberado e aguarda retorno.

Leia também

Publicidade
  • Brasileirão
    Cuiabá
    Atlético
    Dia 22/06 - Arena Pantanal - 18h30
  • Brasileirão
    Vila Nova
    Goiás
    Dia 23/06 - OBA - 18h30
  • Brasileirão
    Atlético
    Grêmio
    Dia 26/06 - Accioly - 20h