CBN Goiânia
MANDADO DE PRISÃO | 16 de Maio de 2024
MPF pede que moradora de GO que participou de atos golpitas seja colocada na lista da Interpol
Fábio Lima/O Popular
IMAGEM

O MPF, o Ministério Público Federal solicitou, nesta quarta-feira, a inclusão do mandado de prisão de uma moradora de Goiânia na difusão vermelha da Interpol, a Organização Internacional de Polícia Criminal. Rosana Maciel Gomes foi condenada a 13 anos e 6 meses pelo STF, o Supremo Tribunal Federal, por ter participado dos atos antidemocráticos do dia 8 de janeiro de 2023, em Brasília, e agora é considerada foragida.  
 
As informações foram apuradas pela repórter do O Popular, Karla Araújo. O MPF informou também que pediu a inserção na difusão vermelha dos mandados de prisão daqueles de que, além de descumprimento das medidas cautelares, podem ter fugido do País. No total, oito pessoas estão na lista. 
 
Rosana Maciel foi presa dentro do Palácio do Planalto e encaminhada para a Penitenciária Feminina do Distrito Federal, onde ficou por sete meses. 
 
Ela alegou que foi a Brasília para participar de um ato pacífico. Porém, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, argumentou que ela tinha plena ciência de que a manifestação seria para buscar a quebra do Estado Democrático de Direito e golpe de estado, com intervenção militar, de acordo com as imagens encontradas no celular de Rosana.  
 
Ela responde pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, deterioração do patrimônio tombado e associação criminosa armada. 
 
A CBN entrou em contato com a defesa de Rosana Maciel e aguarda um retorno.

Por Laylla Alves

Ouça:

Leia também

Publicidade
  • Brasileirão
    Cuiabá
    Atlético
    Dia 22/06 - Arena Pantanal - 18h30
  • Brasileirão
    Vila Nova
    Goiás
    Dia 23/06 - OBA - 18h30
  • Brasileirão
    Atlético
    Grêmio
    Dia 26/06 - Accioly - 20h