Segundou
#SEGUNDOU | 4 de Julho de 2022
Aborto ou adoção: por que as mulheres são sempre julgadas?

A prática de entregar a criança aos cuidados de outra família, diante de um processo comandado por uma Vara da Infância e Juventude, é uma prática prevista e assegurada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A mãe que opta por esse procedimento tem direito, inclusive, ao sigilo do caso garantido.

Nas últimas semanas, o caso da atriz Klara Castanho tomou conta dos noticiários e das redes sociais. Após um estupro, ela teve um bebê e decidiu entrega-lo à adoção. Mas porque, mesmo previsto pela legislação, mesmo sendo um direito dela, mesmo agindo com dignidade, Klara foi exposta e julgada?

 

Nathália Lima preparou um novo episódio do #Segundou sobre o tema. Ouça!

Leia também

Publicidade
  • BRASILEIRÃO
    ATLÉTICO
    RED BULL
    DIA 06/08 - ANTÔNIO ACCIOLY - 19h
  • BRASILEIRÃO
    PALMEIRAS
    GOIÁS
    DIA 07/08 - ALLIANZ PARQUE - 16h
  • SUL-AMERICANA
    ATLÉTICO
    NACIONAL URUGUAI
    DIA 09/08 - SERRA DOURADA - 19h15
  • BRASILEIRÃO
    TROMBENSE
    VILA NOVA
    DIA 09/08 - SOARES DE AZEVEDO - 21h30
Enquete

Você é a favor da liberação do uso de máscara?

  • Não sou capaz de opinar
  • Não! A pandemia ainda não acabou.
  • Sim! Passou da hora já.