Ponto de Vista
PONTO DE VISTA | 28 de Julho de 2018
Saiba o que dizem juízes e advogados sobre a Licença-Prêmio

O projeto que propõe a criação do benefício de licença-prêmio para magistrados, em Goiás, foi amplamente debatido durante esta semana. O projeto prevê que juízes tenham direito a  três meses de licença para cada cinco anos trabalhados.

 

O documento não chegou a ser encaminhado para a Assembleia Legislativa, mas a possibilidade gerou reações por parte de algumas instituições. Principalmente em relação ao impacto financeiro que pode ser gerado, pois, as licenças podem ser revertidas em indenizações. A proposta, se aprovada, abre a possibilidade de pagamento retroativo do benefício nos últimos 20 anos.

 

Para discutir o assunto, Pedro Paulo Couto conversou com o Doutor Altair Guerra - diretor administrativo da Asmego - e com Clodoaldo Moreira - Presidente da Comissão de Direito Constitucional da OAB-GO. Acompanhe o debate!

Leia também

Publicidade
  • BRASILEIRÃO
    FSADFAD
    ASFSAD
    DIA 18/05 - SANTA CRUZ - 19h
  • BRASILEIRÃO
    jh
    ASSA
    DIA 19/05 - SERRA DOURADA - 16h
  • BRASILEIRÃO
    ASFSA
    fas
    DIA 24/05 - 19h15 - REI PELÉ
  • BRASILEIRÃO
    FSADFSDA
    FSAD
    DIA 26/05 - 16h - ANTÔNIO ACCIOLY
  • BRASILEIRÃO
    SADFSAD
    FASDF
    DIA 27/05 - 20h - REI PELÉ
Enquete

Você concorda com a proposta que proíbe o uso de canudos de plástico em Goiânia?

  • Sim, acho que pode ser o início de uma conscientização ambiental
  • Não, acho que não vai surtir efeito considerável
  • Sim, mas acho que a conscientização deve partir das pessoas
  • Não, acho que o poder público deveria se preocupar com outros assuntos