CBN Goiânia
ACUSADO DE ABUSOS SEXUAIS | 23 de Agosto de 2019
João de Deus deixa presídio para fazer exame em hospital de Aparecida de Goiânia
VBN

Durou pouco mais de 11 minutos a passagem do médium João Teixeira de Faria pelo Hospital São Silvestre, em Aparecida de Goiânia, nesta sexta-feira. A transferência do Complexo Prisional para a unidade de saúde ocorreu por volta de 9 e meia da manhã. João de Deus chegou ao local sem a companhia de familiares ou advogados, apenas escoltado por agentes prisionais. No hospital, ele passou por uma tomografia computadorizada. De acordo com o advogado de defesa do médium, Anderson Van Gualberto de Mendonça, a solicitação do exame foi feita pelo médico do presídio, por conta de uma queda que João de Deus sofreu dentro da cela no início desse mês, em que ele ainda teria batido a cabeça. Segundo o advogado, depois disso o médium teria começado a sentir tonturas e fraqueza. O exame estava previsto para ser realizado na quinta-feira, mas precisou ser adiado por falta de veículo disponível para o transporte até a unidade hospitalar.

 

João de Deus está preso desde o dia 16 de dezembro de 2018, acusado de praticar abusos sexuais durante atendimentos religiosos. Ele chegou a ser internado em março, em decorrência de um aneurisma no abdômen, no Hospital Neurológico de Goiânia, onde permaneceu por dois meses e em seguida retornou ao presídio. A Justiça determinou que ele pudesse receber visitas médicas no local. Por meio de nota, a Diretoria Geral de Administração Penitenciária informou que está obedecendo a decisão judicial e que o acompanhamento é feito com agendamento junto à instituição.

Leia também


Publicidade
  • BRASILEIRÃO
    vcbcv
    cvbvcb
    DIA 25/08 - ARENA BARUERI - 16h30
  • BRASILEIRÃO
    vcbvc
    vb
    DIA 25/08 - SERRA DOURADA - 16h
  • BRASILEIRÃO
    hgf
    cvbvc
    DIA 27/08 - OLÍMPICO - 19h15
  • BRASILEIRÃO
    vcbvc
    xcb
    DIA 27/08 - ILHA DO RETIRO - 21h30
Enquete

A CDTC quer aumentar valor do licenciamento veicular para diminuir tarifa de ônibus. Você concorda?

  • Sim
  • Não