CBN Goiânia
CASO JOÃO DE DEUS | 7 de Dezembro de 2019
Um ano após denúncias, Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, recebe poucos visitantes
w

Há um ano, no dia 7 de dezembro de 2018, veio à tona a denúncia de um grupo de 10 mulheres contra o médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, de 77 anos. Segundo as vítimas, o crime acontecia dentro da Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, cidade a cerca de 80 quilômetros de Goiânia, onde o médium realizava seus atendimentos espirituais. Atualmente, poucas pessoas visitam o local e a maioria dos que ainda frequentam a casa, são estrangeiros. O município, de 19 mil habitantes, que chegava a receber de 3 a 6 mil visitantes em um único dia, agora recebe uma média diária de 140 pessoas em busca de curas espirituais. A economia local também foi impactada, com fechamento de pousadas e hotéis e de comércios.

 

O repórter Pedro Paulo Couto esteve em Abadiânia nesta sexta-feira (6) e tem mais informações sobre a transformação por qual a cidade passou. Confira!

Leia também

Publicidade
  • GOIANÃO
    aws
    gf
    DIA 22/01 - JONAS DUARTE
  • GOIANÃO
    DF
    s
    DIA 23/01 - SERRINHA
  • GOIANÃO
    AS
    A
    DIA 23/01 - JONAS DUARTE
Enquete

Governo do Estado sugere substituição da Enel por outra empresa de energia. Você concorda?

  • Sim
  • Não