CBN Goiânia
CONCILIAÇÃO | 13 de Maio de 2019
Massa falida da Encol tenta acordo com ex-trabalhadores da empresa
Foto: Reprodução/ TJ
fasfsda

A Massa Falida da Encol, deu início, nesta segunda feira (13) a um mutirão de conciliação para o pagamento dos direitos trabalhistas dos funcionários da empresa, que encerrou as atividades em 1999. O mutirão vai até sexta-feira (17) no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Goiânia e só podem participar os trabalhadores que fizeram um pré-agendamento com a massa falida.

A proposta apresentada para o pagamento prevê a correção dos direitos trabalhistas pela taxa referencial de juros, o que é questionado pela associação Brasileira dos Credores Trabalhistas da Falência da Encol. Uma ação na justiça quer que a referência para a correção seja o INPC. Segundo o advogado da associação, Paulo Iuri Alves Teixeira a conciliação é sempre bem vinda na justiça, mas eles não concordam com uma clausula que impede os trabalhadores de buscar a diferença da correção no futuro, caso a justiça dê ganho de causa ao pedido feito. 

Ouça a reportagem de Luiz Geraldo:

 

Leia também

Publicidade
  • BRASILEIRÃO
    ASFSA
    fas
    DIA 24/05 - 19h15 - REI PELÉ
  • BRASILEIRÃO
    FSADFSDA
    FSAD
    DIA 26/05 - 16h - ANTÔNIO ACCIOLY
  • BRASILEIRÃO
    SADFSAD
    FASDF
    DIA 27/05 - 20h - REI PELÉ
Enquete

Você concorda com a proposta que proíbe o uso de canudos de plástico em Goiânia?

  • Sim, acho que pode ser o início de uma conscientização ambiental
  • Não, acho que não vai surtir efeito considerável
  • Sim, mas acho que a conscientização deve partir das pessoas
  • Não, acho que o poder público deveria se preocupar com outros assuntos